0

Sou mamãe de primeira viagem, o que levar para a maternidade?

Sabemos que todas as mamães de primeira viagem têm dúvidas sobre a malinha da maternidade, o que levar, o que não levar. Pensando nisso, mamãe, que queremos te ajudar. Não é necessário levar muitas coisas, pois se for parto normal e ocorrer tudo bem durante o parto, em um dia você será liberada da maternidade; se for cesárea, em no máximo de 3 a 4 dias você será liberada da maternidade.

 Mamãe, previna-se e não deixe nada para fazer em cima da hora. Arrume a sua malinha e a do bebê com antecedência. Geralmente a maternidade oferece uma listinha, mas você, mamãe, pode levar o que achar necessário.

Mas então, o que eu levo?

Bom vamos começar com o básico, a malinha do bebê:

  • 1 ou 2 pacotes de fraldas descartáveis tamanho RN;
  • 1 pacote de lenços umedecidos;
  • 1 pomada para assaduras;
  • 1 sabonete líquido próprio para recém-nascidos;
  • 1 álcool em gel pequeno para as mãos (essa parte é importante, pois não podemos de jeito nenhum, mamãe, passar algum tipo de bactérias para o bebê!);
  • 1 escova de cabelo macia, para não arranhar e não machucar a cabecinha do bebê;
  • 5 Fraldinhas de boca;
  • 3 cueiros para enrolar o bebê;
  • 1 cobertor (dependendo da estação pode ser, um mais grosso, um mais fino, mas é sempre bom levar pelo menos um).

foto

 

Onde encontrar esses produtos ?

Separamos alguns links na internet para que possa encontrar esses produtos. Eles são fáceis de encontrar em qualquer farmácia.

1- Fraldas Pampers R$ 24,21.
2- Lenço Umedecido R$ 22,41.
3- Sabonete Líquido R$ 11,61.
4- Pomada Hipoglós R$ 12,19.
5- Escova e Pente de Cabelo R$ 16,11.
6- Álcool em Gel R$ 7,99.

Vamos as roupinhas do bebê:

  • As roupinhas a mamãe compra de acordo com o gosto pessoal.
  • 4 trocas de roupa, com body, macacão e meia (pode ser plush ou malha);
  • 1 casaquinho de lã ou moletom;
  • 4 touquinhas – algodão ou lã;
  • 2 pares de luvinhas – algodão ou lã.

Agora vamos para a malinha da mamãe:

  • 2 pijamas, preferencialmente um de manga longa e um manga curta;
  • 2 casacos;
  • 1 roupão, para ficar confortável no quarto;
  • 1 cinta pós-parto; (é recomendável que pergunte ao seu médico se é adequado ou não para o seu caso);
  • 4 tops de amamentação, básicos e confortáveis;
  • 4 calcinhas pós-parto;
  • 3 pares de meia;
  • 2 pares de chinelo;
  • 2 pacotes de absorventes (preferencialmente noturno, por causa do sagramento).
  • 2 toalha de banho – as maternidades fornecem.

Não se esqueça da roupa para sair da maternidade!

Esperamos que essa listinha lhe ajude, mamãe. Vale sempre pedir ajuda ao seu médico e à maternidade. Não tenha medo de perguntar, porque todo cuidado é pouco, e é claro que você não quer esquecer nada nesse dia tão importante.

  • Dica Curumim:

Não esqueça a câmera fotográfica, mamãe!

 Um livro também pode ser interessante, ajudando a passar o tempo!

0

Oba! Estão nascendo os dentinhos.

Para algumas crianças uma época boa, para outras, uma dor imensa. Várias mamães relatam como seu filhinho ficou mal por causa da chegada dos dentinhos, outras nem se quer perceberam, pois não alterou o humor do bebê.

crescer_comocuidardosprimeirosdentesAlgum dos sintomas presente na chegada dos dentinhos são: a criança não querer comer, ter uma imensa dificuldade para dormir, babar demais, ficar com a gengiva sensível ficar irritado – sim, bebês ficam irritados – e alguns chegam a ficar com diarreia. Outro sintoma comum é a febre.

 

Alguns pediatras afirmam que não é dor de dente e sim alguma infecção que o bebê pegou devido a baixa imunidade, decorrente do nascimento do dentinho.

Vamos entender melhor como nascem os dentinhos? Vamos lá…

Entre os 6 e os 8 meses, nascem os dois incisivos inferiores centrais. Por volta dos 8 meses são os dois incisivos superiores centrais. Com 8 e 12 meses, os dois incisivos superiores laterais nascem. Por volta dos 10 e 12 meses os dois incisivos inferiores laterais. Com 14 e 20 meses os quatro primeiros pré molares nascem. E com 18 e 24 meses os quatro caninos. Por fim, entre os 2 e os 3 anos, os quatro segundos pré molares. Ufa! É importante lembrar, no entanto, que isso varia de bebê para bebê.

O que poderá ajudar seu bebê a passar por isso – ou pelo menos aliviar a dor – é você dar a ele algo para morder, ou até mesmo massagear a gengivinha dele (lembrete: é importante estar com a mãos muito limpas).

01bebes_carie0a3E se eu perceber que tem algo de erradoÉ normal seu bebê chorar, mas se você perceber que esse choro de dor não passa, procure um pediatra, imediatamente, mamãe!

 Curiosidade Curumim:

Um em cada 2.000 bebês já nasce com um dentinho. Curioso, não é mesmo?

0

Por que o bebê baba?

Muitas mamães reclamam que bebês babam muito, na verdade em muitas vezes o motivo é desconhecido. Só que a babinha do bebê é super normal e natural.

limpar-sempre-a-baba-do-bebe

Quando o seu bebezinho de 2 a 3 meses estiver sentadinho ele não terá capacidade para deglutir a babinha, logo, ela vem para fora, diferentemente de quando ele estiver deitado, a babinha irá diretamente para a gargantinha do bebê.

“É uma salivação excessiva causada pelo próprio desenvolvimento neurológico e bucal do bebê”, explica Mauro Toporovski, professor da pediatria da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa, em São Paulo.

Outro fator que estimula a babinha é:

  • Dentinhos nascendo,
  • Aftas, resfriados, etc

Porém, sempre recomendamos que se a mamãe notar algo de diferente no comportamento do bebê, é bom procurar um pediatra.

A babinha excessiva, parará aproximadamente quando seu bebê estiver com 2 anos, quando ele já é capaz de deglutir a babinha sozinho.

Bebê-baba-muito-481x245

  • DICA CURUMIM.

É importante que a mamãe mantenha seca a região do queixo do bebê, pois pode haver atrito com a roupa e ocorrer uma assadura no queixo do bebezinho.

0

Mito ou Verdade?!

Muitas mamães se perdem com tantas informações sobre o que é correto e o que é errado quando se trata do peso do seu bebê. Separamos algumas verdades e mentiras sobre o bebê ser gordinho ou magrinho. Vamos lá!

1288334003Dizem por aí que bebês que nascem gordinhos são mais saudáveis. Isso é mito. Na verdade, os médicos se preocupam quando o bebê nasce com 4kg ou mais, pois temem que a mãe tenha diabetes gestacional.Diabetes gestacional é o alto nível de açúcar no sangue que começa ou é diagnosticado durante a gestação e poderia causar no bebê peso excessivo, problemas metabólicos, entre outros problemas. Ou seja, bebê gordinho, na maioria das vezes, NÃO é sinônimo de saúde.

Quem nasce gordinho será gordinho quando crescer. Mito.Mesmo que os pais do bebê sejam magros, isso não significa que o bebê será um adulto magro. Na verdade, isso depende do estilo de vida e de alimentação, que o bebê aprende com os pais.

Criança magra pode comer de tudo. Mito. Claro que se seu filho for gordinho e comer de tudo sem limites, preocupe-se mamãe! Ele poderá ficar obeso, e obesidade é doença.

Uma criança deve sempre engordar. Verdade! Sim, isso faz parte do desenvolvimento físico, porém, é necessário lembrar que a criança deve engordar com saúde, com acompanhamento médico. Se a mamãe notar algo que se aproxime da obesidade infantil, deve procurar um pediatra.

paismodernos-nao-quer-comer

Criança em hipótese alguma pode fazer regime, pois isso afetará o desenvolvimento corporal. O que as crianças devem fazer é uma reeducação alimentar.

A obesidade é uma doença e precisa ser tratada sem vergonha e sem receios. Na fase inicial da vida é ainda mais fácil de cuidar disso, mamãe! Portanto, ajude seu bebê a ser uma criança saudável desde pequena.

0

A super exposição que não deveria existir – As fotos que você não deveria publicar em redes sociais, sobre seu filho.

proibido-flashMuitas mamães publicam centenas de fotos de seu bebê.O que muitas esquecem é que essas fotos, a princípio inocentes, podem se tornar armas emmãos erradas. A seguir algumas fotos que podem – e devem – ser evitadas:

  •  Foto com localização

Mamãe, evite publicar nas redes sociais qualquer foto com alguma localização que possa ser reconhecida, sobretudo aquelas que são parte da sua rotina. Na rede nunca saberemos as intenções das pessoas que estão vendo suas fotos.

  • Foto da criança nua e tomando banho

Infelizmente, na rede há vários tipos de pessoas. É preciso prevenir. Não poste fotos de seu bebê no banho ou partes do corpinho aparecendo. Esse tipo de imagem pode cair nas mãos de gente que não entende a inocência e a beleza que você quer representar.

  • Foto da criança com uniforme da escola

Esse é o maior erro das mamães: publicar fotos com os filhos de uniforme da creche ou da escolhinha. Isso facilita o trabalho de uma pessoa com más intenções. Ela poderá procurar o nome da escola no Google e encontrar muita informação sobre vocês. Cuidado com esse tipo de foto, mamãe! Lembre-se que a escolinha é o lugar onde seu filho estará diariamente e, na maior parte do tempo, sem você por perto!

  • Foto da criança com outros amiguinhos

Cuidado ao publicar  fotos em que apareçam outras crianças. Os pais dos amiguinhos podem não gostar dessa exposição, ao ver a foto de seu filho publicada na rede. Peça sempre autorização antes de postar esse tipo de foto.

  • Foto da criança no ambiente de trabalho dos pais

Da mesma forma que o uniforme escolar, uma pessoas mal intencionada saberá onde você trabalha, aumentando a exposição. Extorsões e até mesmo sequestro ultimamente têm se tornado muito comuns. Previna-se mamãe! Evite que as fotos permitam uma fácil identificação do local onde foram tiradas, caso seja um ambiente no qual serão encontradas rotineiramente.

  • Fotos que vão fazer a criança sentir vergonha no futuro

“Algumas fotos podem ser bonitinhas, mas, no futuro, podem constranger seu filho deixando-o vulnerável para ser alvo de bullying”, aconselha Marcos Ferreira, especialista em segurança da informação da TrustSign, empresa focada em soluções de segurança na internet. Lembre-se que depois de publicada na rede, é muito difícil de apagar essa foto completamente.

  • Fotos publicadas em álbum aberto para todos

Esse é um erro muito comum: álbum de fotos aberto ao publico. Como já comentamos, todo e qualquer tipo de pessoa terá acesso a foto de seu filho. Isso torna a experiencia online perigosa para a vida real. Gerencie adequadamente as configurações de privacidade de seus álbuns em redes sociais para evitar o acesso indesejado às suas fotos.

  •  Fotos com pistas da sua casa

Evite fotos em que a fachada da sua casa, o nome da rua ou pontos de referências fiquem evidentes! Atenção: pessoas mal intencionadas são experts em coletar informações sobre outras pessoas na rede e muitas vezes nem percebemos que estamos entregando de bandeja os detalhes sobre nossa vida.

cute-kids-camera-photography-funny1-500x334_largeLembre-se sempre, mamãe: a rede é um espaço aberto e nunca saberemos quem está acessando as informações que publicamos lá. Gerencie sempre a privacidade de seus álbuns e evite que as fotos que publica permitam identificar você, ou seu filho e, principalmente, sua rotina. Esse tipo de cuidado pode às vezes parecer excessivo, mas vai evitar que tenhamos surpresas muito desagradáveis. 

0

O banho do Bebê

Afinal, qual o melhor momento para dar banho no seu bebê?

hd_cute_baby_bathing.psdNa verdade, esse é um momento de aprendizagem e que os laços entre mães e filhos são cada vez mais realçados. Separamos algumas dicas para a hora mais divertida e gostosa do dia de um bebê: o banho.

Quem falou que a banheira precisa, necessariamente, estar no banheiro? Você pode dar banho no quarto do bebê! É claro que fará uma pequena bagunçinha, porém será mais confortável. É importante também o conforto da mamãe pois ficar curvada acarreta muita dor nas costas.

Para manter a temperatura do banheiro ou do quarto agradável é possível usar um aquecedor. Porém, cuidado mãe prefira os aquecedores não-incandescentes, se atente para a umidificação do ar, e se ar estiver ressecado, coloque uma toalha ou pano úmido no local.

Outro ponto interessante é que as mamães tem medo de lavar a cabecinha do bebê. Pode lavar tranquila, mamãe! É, inclusive, aconselhado que se lave primeiro ela, pois muita sujeirinha se acumula na cabecinha. Muitas mamães costumam lavar a cabecinha de seu bebê todos os dias e isso é a coisa certa a fazer. A cabecinha do bebê, mais especificamente no couro cabeludo, podem aparecer casquinhas e crostinhas. Para amolecê-las é recomendado o uso de óleo especial para bebê antes do banho, justamente para sair durante o banho. É possível utilizar também óleos para colocar na água durante o banho. Estes óleos também hidratam a pelezinha do bebê.

Uma outra dúvida frequente é qual tipo de sabonete se deve usar. Um sabonete popular entre as mamães é o 2 em 1, que é sabonete e shampoo. Os dermatologistas, no entanto, optam pelos sabonetes neutros de glicerina. Atenção: sempre use sabonetes e shampoos ESPECÍFICOS para bebês, pois eles possuem a composição mais suave, baixa concentrações de corantes e fragrâncias, e os específicos para bebê evitam as lágrimas ao entrar resíduo no olhinho.

shutterstock_15764002

Uma grande dúvida é a temperatura ideal para o ambiente de banho. E é simples, deve ser de 25ºC. Já a água, é ideal que esteja entre 36 e 37 ºC. Para saber se a água está em uma temperatura agradável basta colocar o antebraço na água e ver se está morninha. É melhor dar um banho rápido, pois a água esfria e pode causar desconforto para o bebê.

Mamãe, esperamos ter ajudado! É importante lembrar que, durante o banho, TODA ATENÇÃO É POUCO: não tire os olhos do seu bebê.

0

Os cuidados nos primeiros meses de gestação

Toda mamãe precisa se cuidar durante a gravidez, mas os três primeiros meses são os mais importantes para a formação do bebê. É nos três primeiros meses que a grávida corre maior risco de aborto ou má formação da criança.

maternidade_cuidados_gravidez“Em uma situação ideal, os cuidados deveriam começar antes mesmo da decisão de engravidar”, afirma Victor Bunduki, especialista em medicina fetal, professor da Faculdade de Medicina da USP e professor assistente da Universidade René Descartes, de Paris, França.

Muitas mamães se arriscam, fazendo força e continuando a fazer algum trabalho pesado. Dependendo de onde se trabalha é necessário pedir afastamento. É preciso mudar de hábito, afinal, você está carregando uma vida indefesa dentro de você: quando se está grávida o que você come, a criança comerá; o que você sente a criança sentirá. É necessário, portanto, redobrar os cuidados físicos, alimentícios, psicológicos, entre outros.

Encontramos um artigo para você ficar mais informada, acesse: Os cuidados necessários no primeiro trimestre de gravidez

0

Gravidez pode piorar a celulite?

imagesSe existe uma palavrinha no vocabulário de uma mulher que a assusta é celulite. Agora, o assunto fica mais grave quando ela descobre que a celulite irá agravar quando ela engravidar. Bom, a celulite é o acúmulo de uma espécie de gordura, e parece estar ligada à produção de hormônios femininos. É importante frisar que a celulite é crônica e não tem cura, é uma afecção benigna. Ocorre em mulheres magras e gordas e é uma das patologias mais comuns no sexo feminino, afeta cerca de 95% das mulheres.

Porém, existe tratamentos para as grávidas e não grávidas que queiramimages (1) melhorar a celulite. “Existe uma série de métodos  –  como técnicas por meio de radiofrequência e infravermelho  – e cremes para massagens para amenizar o problema. Porém, esses pr ocedimentos são contra-indicados na gravidez”, reforça Reinaldo Tovo, dermatologista do Hospital Sírio-Libanês, de São Paulo.

Embora estes tratamentos apenas sejam recomendados após a gravidez, cuidar da alimentação e praticar exercícios leves ajudam a amenizar o problema durante a gestaçãoClique aqui e veja recomendações saudáveis de como prevenir a celulite durante a gravidez.

0

Qual a verdade sobre as grávidas pintarem os cabelos?

- Doutor, eu posso pintar o cabelo durante minha gravidez?

Essa pergunta gera respostas diferentes até mesmo entre os médicos. Alguns declaram que sim, outros que não, pois ainda  é um assunto que gera enorme dúvida. Não há nada que comprove com plena certeza que as tintas de cabelo sejam ou não prejudiciais ao feto durante a gravidez. 

A Organização de Serviços de Informação sobre Teratologia (Otis, na sigla em inglês) afirma que não há confirmação de que tinturas de cabelo provoquem mudanças na gestação. Ressaltam ainda que pouco da química das tintas é de fato absorvido pelo corpo. Ou seja, os efeitos prejudiciais ainda não são definitivos.

Os médicos, porém, recomendam o uso de tinturas somente após o terceiro oumulher-gravida-pode-pintar-cabelo quarto mês de gestação, pois nesse o período as chances de más-formações diminuem. Para as mamães que não aguentam esperar, indicam o uso de produtos naturais como a henna ou a tintura que não é feita a partir da raiz dos cabelos (como mechas e reflexos). Esse cuidado deve ser tomado porque o couro cabeludo é uma região bastante vascularizada, o que facilita a entrada da química da tintura na corrente sanguínea. “Substâncias como amônia, benzeno e iodo podem ter efeito tóxico para o bebê, aumentando as chances de má-formação e danos fetais”, explica a especialista Viviane Lopes. 

Devemos ressaltar, porém, que quando se trata de uma gestação, todo cuidado é pouco.

  • Dicas:
  • Conversar com o médico para ele lhe passar dicas sobre quais produtos pode e não pode durante a gravidez e durante a amamentação.
  • Não deixar-se levar por mitos, a gestação é importante e nesse processo não podem haver dúvidas.
  • Evitar o alisamento, que também não é recomendado por conter tioglicolato, uma substância tóxica e volátil, que, se absorvida ou aspirada, pode fazer mal ao bebê – assim como o formol, que é prejudicial. 
  • Lembrar que a alimentação pode ajudar muito na beleza e saúde dos fios durante a gestação:  alimentos como frutas, verduras e legumes são fonte de vitaminas e sais minerais; já leite e carne são ricos em proteínas e ferro. 

É importante ressaltar que a queratina (hidratação) é liberada para uso. Se agrávida pintar cabelo mamãe, no entanto, tiver qualquer reação alérgica, é um risco e, na gestação, devemos evitar riscos.

No fim, apenas você mamãe, juntamente com seu médico, poderá chegar a uma conclusão sobre este tema. A saúde do bebê é mais importante que a sua aparência física e a única pessoa que pode cuidar do seu bebê durante esses 9 meses é você, mamãe.