0

O que está acontecendo com o meu corpo?

recuperação-do-corpo-após-o-partoMuitas mudanças acontecem no corpo de uma mulher grávida. E com elas, as dúvidas. São tantas transformações que ocorrem devido aos hormônios, que leva as mamães se perguntarem se aquilo é normal, ou não. Separamos algumas das dúvidas para solucioná-las pra você.

Coçar a barriga na gravidez dá estria. Não, na verdade a estria quando ela está prestes a aparecer causa coceira (um sinal que o tecido muscular está sendo danificado e que isso pode gerar marcas, ou seja, as estrias). Podemos dividir a pele em duas camadas, a epiderme (superficial) e a derme (profunda). Quando a mulher fica grávida o que ocorre é que a camada mais profunda da pele rompe e a epiderme se mantém intacta. É normal ter estria na gravidez, cerca de 90% das mulheres possuem. O que ajuda nesse caso é o seu gene, como assim? Você pode ter a tendência, geneticamente falando, de não ter estrias durante a gravidez. Mas o que fazer caso eu possua? Bom, existem vários métodos para amenizar as estrias, como: ter uma alimentação saudável. Usar um sutiã adequado para seu tamanho e tipo de corpo. Roupas folgadas, nada de usar roupas apertadas, principalmente, durante a gravidez. Usar cremes hidratantes, além de relaxar a pele, causa um conforto delicioso (prefira cremes próprios para a gravidez).

Meu cabelo está mais volumoso. É normal. Isso irá depender de mulher para mulher, em algumas ele cresce e em outras ele cai. É normal, por exemplo, cair 100 fios de cabelo por dia. Mas durante a gravidez, os níveis dos hormônios estão muito bagunçados, vejamos, o nível do hormônio estrogênio cresce demais e isso, consequentemente, prolonga a fase de crescimento do cabelo. Sendo assim, o cabelo cairá menos. Mas como já dito acima, isso irá depender de mulher para mulher.

Meu corpo está com mais pelo do que o normal. Isso irá realmente acontecer. O que ocorre é que o nível do hormônios andrógenos (masculinos) crescem. Ocasionando um crescimento anormal dos pelos do corpo. Mas não fique preocupada, mamãe, por volta de três a seis meses após o bebê nascer, seus hormônios irão se regulando. Enquanto isso existem métodos como:  depilação com cera quente ou fria, lâminas para depilação, etc. 

Minhas unhas estão crescendo mais rápido. Ela cresce mesmo, mas talvez isso até passe despercebido por você. Algumas mulheres dizem que elas ficam mais fortes, porém, outras dizem que elas ficam mais quebradiças. Vai entender!

A verdade é que tudo depende do metabolismo da mulher, de como ela irá reagir a gravidez, algumas sentem dores fortes, outras nem sente dores, por isso, não se espelhe em alguma amiga que ficou grávida, ou na sua mãe, se sentir que tem algo de diferente acontecendo com você, procure o seu médico.

0

Descomplica: um papo sobre parto

home-partoOs exames. O pré-natal é extremamente importante, pois com ele você acompanhará o desenvolvimento do seu bebê.

Tricotomia. Sou obrigada a fazer? Bom, a Tricotomia é a retirada dos pêlos antes de uma cirurgia através de uma lâmina cirúrgica ou de barbear. A retirado dos pêlos é feita, geralmente, para evitar infecções. Porém, especialistas dizem que os pelos pubianos dão proteção na hora do parto e que, se houver a retirada deles poderá dificultar a cicatrização – no caso de infecções. Portanto, você não é obrigada a fazer tricotomia, se você for obrigada a fazer você está diante de um caso de violência obstétrica.

Lavagem Intestinal. Hoje, esse procedimento não é mais obrigatório. Não há nenhum problema se a mulher evacuar durante o nascimento do bebê, diz Andréa Campos, ginecologista e obstetra da Casa Materna. Porém, alguns médicos acreditam que este procedimento é necessário, pois a mãe poderá fazer uma quantidade de fezes muito grande, ao mesmo tempo que o bebê está saindo de sua vagina, ocasionando uma infecção.

Os sinais do trabalho de parto. Essa talvez seja a maior preocupação de toda mamãe que está grávida. Bom, os sintomas variam. Os sinais queparto-normal-1 podem ser perceptíveis são, que a mamãe sinta duas contrações de 40 segundos a um minuto e meio no período de dez minutos (esse é o sinal de que o parto irá acontecer). E o rompimento da bolsa (nesse caso avise o se médico e vá para o hospital).

Os benefícios do parto normal. Além de, a mulher não sofrer cortes, o risco de pegar algum tipo de infecção e de ter hemorragia é menor. A recuperação é muito mais rápida. E é uma parto muito mais humanizado.

E a cesárea. Bom, normalmente um parto desse tipo demora cerca de 40 minutos a uma hora. O médico abre oito camadas de tecido da barriga. O bebê logo que nasce é levado ao neonatologista para ver se está tudo bem com o bebê. É um parto que exige mais cuidado e um tempo maior de recuperação.

Outros tipos de parto:

Parto na Água. O obstetra Michel Odent iniciou partos na água morna para aliviar as futuras mamães. Esse parto alivia a tensão e a dor envolvida no momento do parto.

Parto de cócoras. Estudos mostram que o parto de cócoras seja mais rápido e agradável por causa da gravidade. A postura que a mulher fica alarga a pélvis (aumentando o diâmetro da vagina).

Parto natural. A mamãe faz todo o processo de tirar o bebê de sua vagina. Não há processos como anestesia, episiotomia (incisão efetuada na região do períneo – área muscular entre a vagina e o ânus – para ampliar o canal de parto)  e indução.  Deve ser acompanhado por um médico ou uma parteira, caso ocorra complicações.