A indesejável barriga no pós-parto

Flácida. “Molenga”. Essas são algumas das palavras que as mamães usam para definir a barriga após o parto. A barriguinha mole resulta da hiperdistensão da parede abdominal. Isso acontece com qualquer mulher no planeta Terra que já teve um filho. Mas não se preocupe! Para tudo há uma solução. E para esse pequeno probleminha, alguns abdominais e cuidados diários já bastam – na maioria das vezes.

Há alguns cuidados que toda mamãe pode tomar até mesmo antes da gravidez. Por exemplo: cuidar da alimentação durante a gravidez, evitando assim, o ganho excessivo de peso. Os exercícios físicos são outro ponto importante, faça caminhadas, hidroginástica, se mexa mamãe! Se você é uma mamãe mais calma, relaxada, faça Yoga: é uma ótima opção. Muitas mamães reclamam da famosa linha Alba (aquela linha marrom que surge na barriga). Não se preocupe mamãe, essa linha aparece devido ao aumento dos hormônios, mas após o parto, desaparece.

Ok. Eu me cuidei, mas após a gravidez a flacidez bate á minha porta, o que faço?

Amamente. A amamentação é um laço mãe-filho que ninguém nunca poderá quebrar, mas além disso, você perderá cerca de 700 calorias – diariamente.

Água e alimentação saudável. Beba muita água, que além de ser bom para a saúde melhorará a aparência da sua barriguinha. Sempre seja uma pessoa saudável, como frutas, e nunca exagere na fritura.

Hidratantes. Use hidratantes na barriga, além de relaxar, dará uma considerável diferença.

5151931_1ggDrenagem linfática. A drenagem linfática estimulará a circulação, assim, reduzindo a retenção de líquidos e,  consequentemente, diminuindo os inchaços. E se as estrias não desaparecerem? Hoje, há no mercado tratamento estéticos que ajudam, como, o Laser, o Ácido retinóico, o Ácido glicólico, o Microcristais e a Subcisão.

Cinta pós-parto. Muitas incertezas e dúvidas ao redor dessa palavra. Existem vários tipos de cinta pós-parto. Muitos recomendam a cinta pois ela firma a barriga e traz conforto, pois afinal, na primeira semana pós parto a mamãe se sente desconfortável e um pouco dolorida. Mas afinal, porque isso ocorre? De acordo com Marco Antonio Capel, ginecologista e obstetra da Maternidade Pro Matre, em São Paulo, afirma que após o nascimento do bebê, o útero fica menor e mais solto dentro do abdômen. “ Quando a mulher se deita, vira de lado na cama, ela sente que o útero tomba para um lado, para o outro, dá um desconforto. Quando usa a cinta, ela se sente mais segura.”  Mas qual cinta usar? Conforto é a palavra chave. A cinta de velcro é a mais recomendada, pois assim, você pode regular. É vetado o uso de tecidos sintéticos – pois poderá causar alergias. Cintas fáceis de vestir são as mais recomendadas. Mas na verdade que decidirá no final é você, experimente e veja a qual se sinta mais confortável.

A verdade é que emagrecer, ou perder a barriga depende unicamente de você. “Só no parto já vão 6 kg embora. Depois de 40 dias, na primeira consulta, é comum ver mães com 10 kg a menos”, informa Luciana Taliberti, ginecologista e obstetra do Hospital São Luiz, de São Paulo. Por isso mamãe, tenha paciência, faça uma dieta saudável – preferencialmente, acompanhada por um nutricionista – e seja feliz. Ah! E curta muito seu filho!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>